My favorite things

Loading...

quarta-feira, maio 7

Fotografia e Património Arquitectónico: memória e documento, Fundação Gulbenkian

Programa
Lisboa
Fundação Calouste Gulbenkian
sala 1, 8 Maio 2008
IGESPAR/Departamento de Inventário, Estudos e Divulgação
através do tel.: 213 614 336 ou email: de.ippar@ippar.pt
Entrada Livre
Nº de inscrições limitado à capacidade do auditório

Nota: Estas conferências enquadram-se no ciclo "Património | Contextos" que abordará
outras temáticas de âmbito, escala e alcance diferenciados, numa vertente essencialmente técnica.
Abertura

Do registo à difusão das formas. Influências do Álbum da Batalha de
James Murphy no revivalismo gótico europeu
Os primeiros tempos da fotografia dos monumentos em Portugal:
fundamentos arquivisticos e científicos
Intervalo / Café
Património: pensamento, registo e edição.
A parceria entre Joaquim de Vasconcelos e Emílio Biel
Monumentos d’ontem e d’hoje pelo olhar de Alberto Marçal Brandão
Debate
Pausa para almoço
Registando a evolução: a fotografia nas colecções da
Direcção Geral de Edíficios e Monumentos Nacionais
Da operacionalidade da fotografia como documento. Exemplos das colecções
fotográficas da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian
Intervalo / Café
Arquitectura Moderna e Imagem, registo e manipulação:
o caso de Manuel Laginha
Debate
Instituto de Gestão do Património Arquitectónico
e Arqueológico I.P./Fundação Calouste Gulbenkian
Maria João Neto
Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da
Universidade de Lisboa
Jorge Custódio/Pedro Aboim
Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico
I.P./Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril
Paulo Baptista
Museu da Música - Instituto de Museus e Conservação
Rita Mota Carneiro /Joana Seabra
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
João Paulo Machado
Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana I.P.
Ana Barata/Paulo Simões
Biblioteca de Arte da Fundação
Calouste Gulbenkian/Universidade de Évora
Ricardo Agarez
Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana I.P.
Instituto de Gestão do Património Arquitectónico
e Arqueológico I.P./Fundação Calouste Gulbenkian
A fotografia é uma fonte documental importante para o conhecimento do património, de grande valor operativo, cruzando e complementando
outras abordagens disciplinares. Portugal conta com alguns espólios significativos de fotografia histórica de monumentos, abrangendo um arco
cronológico que remonta a finais do século XIX e se prolonga por todo o século XX. Trata-se, em geral, de conjuntos de registos em bom estado de
conservação, em variados suportes e com grande unidade temática, muitos deles fazendo hoje parte de arquivos e instituições públicas e privadas
que têm vindo a desenvolver uma acção sistemática de inventariação, estudo e divulgação das espécies à sua guarda.
Dado o seu inestimável valor documental, a organização destas conferências visa promover uma reflexão sobre a sua importância para o estudo do
património arquitectónico, enquanto registo e testemunho da sua evolução e da transformação no nosso tempo.
Objectivos:
Promover o conhecimento e a divulgação de espólios fotográficos portugueses dos séculos XIX e XX enquanto fonte documental para o estudo do
património arquitectónico.
Destinatários:
Profissionais nas áreas da recuperação, valorização e gestão do património, do planeamento e gestão territorial e urbano; arquitectos, arqueólogos,
arquitectos paisagistas, historiadores, engenheiros, urbanistas, geógrafos, sociólogos, gestores do património cultural, técnicos de autarquias, docentes
universitários de áreas relacionadas, estudantes.
Ciclo de Conferências

PATRIMÓNIO | CONTEXTOS
Fotografia e património arquitectónico:
memória e documento

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...