My favorite things

Loading...

domingo, janeiro 31

terça-feira, janeiro 26

Esta Lisboa, este Tejo



Para além dele ficam as searas ... para aquém as lezírias por plantar
ali, ao longe, esconde-se a casa de sonhos
onde todos já sonhámos que o Sol um dia se poria sem ruído no Ocaso





segunda-feira, janeiro 25

domingo, janeiro 24

Cansaço ...

Posted by Picasa

Vamos ouvir os violinos no Palácio da Ajuda ...







Domingo, dia 24, pelas 16h, na Sala D. Carlos, "Vilolinos - Concerto em forma de Poema"


Entrada livre




«Chove ...
Mas isso que importa?
se estou aqui abrigado nesta porta
a ouvir a chuva que cai do céu
uma melodia de silêncio
que ninguém mais ouve
senão eu?

Chove ...
Mas é do destino
de quem ama
ouvir um violino
até na lama».

José Ferreira Gomes

sábado, janeiro 23

Aprender a dançar? Ou simplesmente a caminhar, a sonhar ...




Há dias que não sabemos ler nem escrever ...

e o corpo não obedece ao destino que lhe traçámos

há dias que nos resta apenas aprender a caminhar

quem sabe, nesses dias, consigamos sonhar, escutando as gotas a cair no chão

O fim de semana é para descansar ...

Posted by Picasa

Mas amanhã sempre pode aproveitar




e ir ver à Galeria do Palácio da Ajuda a exposição sobre os Museus da Madeira ....

quinta-feira, janeiro 21

E agora, janelas e portas trancadas que a noite vai chegar ...


Fotografias: Palácio Pombal, Rua das Janelas Verdes.

Ali junto ao Tejo




Falou-se do Mar Português ....

No Museu de Arte Popular foi apresentado o Plano Estratégico para os Museus: Museus para o Século XXI





Neste fabuloso espaço, reduto da memória de um Portugal que se heroicizou através da "Exposição do Mundo Português", ali mesmo com o Tejo a banhar e o mar a espreitar, no Museu que se pretende reabrir ainda este ano, sob a direcção de Andreia Galvão, falou-se da nova forma de encarar aos Museus, enquanto essas "caixas de Pandora" ou guardiões do Tempo, mas também como espaços de participação e como "importante instrumento para o desenvolvimento cultural dos portugueses e para a atractividade turística do país".

Mas posterioemente lhes voltarei, pois a reflexão continuou e continuará "portas-adentro"!!!
A João Brigola reitero os votos de bom trabalho como responsável do destino dos Museus Portugueses.

quarta-feira, janeiro 20

Que acorde florido o dia



que campainhas suaves te remetam ao tempo em que as palavras não tinham sons

tudo queriam dizer, assim , simplesmente, nas tuas mãos.

Adormecer



Que seja hoje justo o adormecer
perfeito o sonhar, sem sobressaltos de marés
ou de luas a uivar

ficarão os duendes à porta, porque quero descansar

segunda-feira, janeiro 18

Ao Sol



Ó Criador, tu que dizes «que seja noite», a aurora, o dia, o crepúsculo,
concede tudo isso ao Sol, teu filho, para que, quando ele se levantar,
possa ver todas as coisas em paz.

Preserva-o para que ele possa dar a luz aos homens que criaste.
Ó Criador, ó Sol, tu que conheces a paz e a salvação, ilumina este povo,
mantém-no sempre são e feliz.

«Oração dos Homens» - Uma Antologia das Tradições Espirituais, in Poemário 2009.

A noite que se instala devagar ...



O que sentimos, não o que é sentido,

É o que temos. Claro, o inverno estreita.

como à sorte o acolhamos.

Haja inverno na terra, não na mente,

E, amor a amor, ou livro a livro, amemos

Nossa lareira breve.


Ricardo Reis, Poesia

.....

A ti hoje, PP.

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...