My favorite things

Loading...

domingo, dezembro 14

O gato e o rato (reed.)

À minha amiga B. pelo seu blogue. Por tudo o que, através dele, nos tem dado.





















Quando demasiado tempo se brinca ao jogo do gato e do rato, sempre por caminhos duros, tortuosos, enevoados, o cansaço anulará qualquer possível "vencedor" da batalha, porque dos concorrentes apenas restarão corpos doridos, esfacelados.

É necessário, por vezes, parar, silenciar. Para que a palavra ganhe novamente sentido. Para que se possa ouvir a voz firme entre as montanhas, conseguindo dar o sinal que tem que ser dado.

Mas, bem o sei, só após iniciada a viagem se consegue entender quão necessário é que esse som se faça ouvir claro, para lá da ponte, para lá da miragem. Pois só ele nos guiará!

Um comentário:

gonçalo disse...

Nada é mais confrangedor do que ver um rato encurralado no labirinto ele próprio se encurralou. Nessas alturas, quase seria preferível matar o rato! Ou o gato?
Uma coisa sei, é espectáculo que se deve evitar assitir.

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...