My favorite things

Loading...

sábado, maio 16

«Entronização», Leonor de Almeida (reed)


«Tenho o braço cansado,
A mão dorida, trôpega ...
Mas uma espécie de ânsia sôfrega ordena:
Empurrar tudo!
- Não quero, nem passado
Nem presente
Nem futuro

O braço faz de muro
A mão abre caminho, coerente ...

Quero uma estrada cá dentro ...
lisa, plana,
Para a tua palavra mágica, profética,
Bela e magnética,
Passear livremente,
E demoradamente !!...»

Antologia de Poesia Portuguesa, 1940-1977 (1º volume)
coor. Maria Alberta Menéres e E.M. de Melo e Castro)

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...