My favorite things

Loading...

segunda-feira, novembro 10

E a palavra Indizível





















O que vagueia com o vesto sossego
de quem nada premente tem para fazer
avista casas com suas cores e sombras,
seu halo e frio rosto e sua transgressão,
- o silêncio e a estranheza ao redor, em muralha.

E a palavra indizível que o detém e lhe pesa
durante o dia todo até rasgar-lhe o sono
só lha atira de súbito o breve muro branco
que numa curva surge a cingir uns ciprestes.



José Bento, Alguns Motetos, in Diário 2008, Assírio & Alvim

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...