My favorite things

Loading...

quarta-feira, fevereiro 18

Tanto tempo e o tempo não passa ....




Dizia ontem o "Propranolol" aqui em comentário ao poema que citei « tanto tempo e o tempo não passa sobre o que é belo ...»

Porque o tempo não passa, de facto, sobre o que de belo um dia se escreveu, se pintou ou se viveu, sobre a pedra cinzelada das catedrais, os vitrais de sílica e chumbo, a fé das mesquitas, onde, virado para Meca, se ora, ou sobre o Stabat Mater de Pergolesi que oiço pela manhã.

O tempo não passa sobre a memória se dela soubermos fazer história,
nem sobre o corpo, se dele soubermos fazer não o medo do envelhecer, mas inventar a força de viver.

O tempo não passa sobre esta vontade que tenho de gritar, mas num gemido surdo que tarda em rebentar!

O tempo não passa nas mãos que hoje tenho trémulas e frias, sem saber o que delas fazer, pois nem palavras são capazes de construir.

E o tempo não passa no pensamento que se alarga para lá das mãos...

2 comentários:

legivel disse...

O tempo não passa
sobre o traço que traça
a mão do artista.
Não nos canse a vista...



Continuação de boa semana, cheia de belas congeminações sobre este tema.

Alexandre disse...

não era o heráclito que dizia que não nos podemos banhar duas vezes na mesma água de um rio?

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...