My favorite things

Loading...

segunda-feira, dezembro 28

A raiz e o ramo

 


«Não vejo razão para assim mostrares
os olhos zangados.
Será porque há outras que olham meus olhos
e gostam de mim?

Devias saber que o vento ao soprar
os ramos agita
mas seja quem for, só com enxada
arranca a raiz».

Galês, tradição oral (Século XVII)
in O Imenso Adeus - Poemas celtas de amor, cit in Diário 2008, Assírio & Alvim

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...