My favorite things

Loading...

quinta-feira, agosto 27

O SONHO foge nas pálpebras

A quarta vela exausta

dentro adormece do mar.

Os amuletos, tuas partes visíveis

Começam dentro do ar

O chamamento da deusa, metamorfose

De uma rapariga em mil e uma portas

Que o céu tilintando abre ao javali.

Agora só nos resta para escaparmos

à noite o claro susto das constelações

A falésia do amor

Onde nasce e tomba

E ressuscita

O séquito das mãos

A garça e o falcão.

Gil de Carvalho, Viagens, in Poemário

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...