My favorite things

Loading...

terça-feira, agosto 26

Poeta


Fresco e róseo, o sol ergue-se nas alturas,
No remoto azul o mar corre pelos seus canais,
O vento levanta-se sobre o peito do mar, soprando em direcção à terra,
O grande vento do Oeste ou do Sudoeste,
Flutuando agilmente com a espuma das águas, branca como o leite.

(...)

Walt Whitman, Poemário 2008

Um comentário:

bettips disse...

Um belo regresso...estranho, sim, mas a cidade branca é ainda azul, aqui!
Whitman não conhecia Lisboa, vive no "Clube dos Poetas Mortos" do outro lado do mundo. E todavia cantava o "homem novo".
Bjinhos

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...