My favorite things

Loading...

sexta-feira, agosto 1

O rio - mas ainda há coisas a arrumar na minha nova janela





















Não basta abrir a janela
Para ver os campos e o rio.
Não é bastante não ser cego
Para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma.
Com filosofia não há árvores: há ideias apenas.
Há só cada um de nós, como uma cave.
Há só uma janela fechada, e todo o mundo lá fora;
E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,
Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.


Alberto Caeiro, Ficções do Interlúdio
(in Diário 2008, Assírio & Alvim)

O que mais quero é finalmente a alma sossegar!
Sim, descansar. Esquecer tudo o que o sono me tirou, para poder, finalmente, mergulhar!
Enterrar na areia tudo o que me magoou e deitar-me ao vento!
Que a brisa traga com ela o sereno gesto dos que me vierem por bem visitar.

Nenhum comentário:

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...