My favorite things

Loading...

terça-feira, maio 7

Ao meu mês de Maio que começa no Dia do Trabalhador







Este é o maio, o maio é este,
Este é o maio e floresce.
Este é o maio das rosas,
Este é o maio das formosas,
Este é o maio e floresce.
Este é o maio das flores.
Este é o maio dos amores,
Este é o maio e floresce ...


Gil Vicente, in Teixeira de Pascoais, Os Poetas Lusíadas.



Sairei, de novo, à rua para festejar.
Não me vou manifestar, apenas vou descansar.
Que melhor homenagem será essa para quem trabalha e gosta de trabalhar?

Vou cantar as flores que Maio dá.
Porque Maio é também mês meu e de uma casa que já foi de sete mulheres, em que quatro de nós vimos nascer o Sol.
Cantarei, por isso, a Aurora que Maio nos deu.

Em Maio teve uma mãe duas filhas, uma, de oito e, outra, de dezoito,
quase sem um ano as separar;
A uma delas deu-lhe o céu um mancebo, Touro de treze, bem a calhar.
e ainda uma neta, a Joana, para o fim do mês comemorar;

Em Maio sonham-se flores abertas como os dias de Sol
limpam-se as ruas, as casas e as almas
para a Primavera finalmente se instalar.
Em Maio saímos à praça, à rua para namorar.






























À noite regressarei a casa, para contigo falar, sabendo que me talvez penses: "devias ter ido militar". Porque, como diz a canção "Esse Mundo começa por ti".

Mas hoje vou apenas contar-te das flores que em Maio vi, esse "centro espiritual", como afirma Chevalier.

E são elas apenas o Maio que quero para mim.

P.S: A todos os trabalhadores ofereço uma das minhas flores de Maio.

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito grata, pelo vermelho pelo lilás pela poesia pelos conhecimentos
pela ligação
Bjinho (da bettips)

Lily Allen

Loading...

Que as ragas tragam ao dia o que a noite lhe roubou

Loading...
Loading...
Loading...

Bom Domingo

Loading...

oiça a Buika ... oiça bem

Loading...

e oiça também a Lila Downs

Loading...

i want you, but i don´t need you ...

Loading...